terça-feira, 8 de março de 2016

Para as Mulheres
Gosto muito do que escreve Clarisse P. Estés, o seu livro Ciranda das mulheres sábias, se refere às mulheres jovens e as mais velhas, que trazem para o dia a dia de suas vidas a sabedoria.
Logo no inicio do livro faz um pergunta muito pertinente nos nossos dias, onde somos cobradas o tempo todo por diferentes questões, ela pergunta “Você alguma vez já vislumbrou o que se compõe seu eu interior” e afirma que podemos buscar respostas nos contos de fadas, pois é lá que vamos perceber como uma mulher se torna sábia.
Ela nos conta, que nos contos lendas ou mitos a mulher jovem e a mulher mais velha se unem, uma com sua jovialidade e a outra com sua sabedoria, é a anciã que tem as respostas para ajudar a mais nova. Ambas são sábias, a jovem vai aprendendo com o tempo e com sua vivencia. Podemos até dizer que em cada mulher existe uma jovem com sua juventude, e uma velha anciã com sua sabedoria.
Desta feita temos a Benção que ganhamos para sermos uma grande mãe, uma grande avó, somos abençoadas mesmo que o nosso caminho seja tortuoso, vamos procurar novas trilhas, novos caminhos, e nunca devemos deixar que o nosso eu interior morra ou perca seu fogo interno, e para isso nos deixa um recado o qual passo a vocês.
Esteja sempre conectada com sua alma – se for à força ou a visão que esta buscando
Esteja sempre conectada com seu espirito – se for energia e determinação que precisar para agir pelo seu próprio bem e do mundo que a cerca
Uma o seu espirito, e sua alma – se desejar a sabedoria, a energia e a profundidade.
Ela diz ainda que, alma e espirito, quando unidos tem instintos únicos e excelentes , tem a capacidade de ver longe, e podem até nos curar de maneira razoável, fala da importância de vivermos de verdade o que faz com que os outros vivam também.
Penso que este pequeno texto possa trazer a vocês minha amigas na semna da mulher um recado importante, somos fortes e podemos com a nossa sabedoria recebida como benção, viver a nossa verdade, integrando a jovem e a velha em uma mulher, forte, graciosa, meiga, sábia , para viver nossa vida plenamente, nos valendo da força de nossa alma e de nosso espirito, trazendo a criatividade, amor, e o enlevo para viver bem a nossa vida.
Referencia – A Ciranda das mulheres sábias – Clarisse P.Estés


Nenhum comentário:

Postar um comentário