segunda-feira, 23 de novembro de 2015

     Não se esqueça sera neste domingo 

            dia 29 de novembro 

LANÇAMENTO DO LIVRO "O DESENHO DO IDOSO E SESSÃO DE AUTÓGRAFOS

Domingo, 29 de Novembro das 14:30 – 18:00h


Elevado – https://www.facebook.com/elevadosp/

Rua Doutor Albuquerque Lins, 489 – Santa Cecília, São Paulo – SP.

sábado, 21 de novembro de 2015

Muito importante sempre nos lembramos destes detalhes que podem fazer a diferença !!
Cuidando do cuidador   ( fonte Abraz )    12 passos do Cuidador
1. Preciso lembrar que é possível controlar o efeito da doença sobre nós todos.
A demência é crônica e é preciso reconhecer quais os aspectos que são controláveis. A prece da Serenidade diz: “Deus me dê serenidade para aceitar aquilo que não posso mudar, coragem para mudar aquilo que posso, e sabedoria para saber a diferença”.
2. Preciso cuidar de mim.
Se dê permissão para tirar força das atividades fora do lar que proporcionam prazer. 
Não é necessário sentir se egoísta ou culpada - você também é uma pessoa muito importante.
3. Preciso simplificar meu estilo de vida.
Procure identificar aquilo que é mais importante no seu dia e saiba deixar em segundo plano o que não é necessário.
4. Preciso permitir que outros me ajudem.
Aprenda a pedir a ajuda de outros membros da família ou amigos.
5. Preciso viver um dia de cada vez.
Pense nos desafios do dia para focalizar ali as suas energias.
6. Preciso estruturar o meu dia.
Estrutura, rotina e rituais são importantes para proporcionar segurança ao paciente e melhor usar o tempo.
7. Preciso manter um senso de humor.
Muitas vezes a saída para uma situação difícil.
8. Preciso lembrar que o comportamento emoções da pessoa é distorcido pela doença. Ela não está sendo “difícil” ou se vingando de algo no passado.
9. Preciso apreciar e dar mais importância àquilo que a pessoa ainda pode fazer. 
Focalize nos bons momentos e não se tormenta com lembranças sobre como a pessoa era no passado.
10. Preciso depender de outros relacionamentos para me dar amor e apoio.
O ser humano gosta de ter seu afeto correspondido e a pessoa com demência pode não mais satisfazer esta necessidade.
11. Preciso me lembrar que estou dando o melhor de mim neste momento.
Reconhecer seus limites e não gastar energia com pensamentos negativos.
12. Uma Força Superior está disponível para mim.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Estou lançando meu novo livro “O desenho do Idoso “baseado  nos ensinamentos de Jung.

Reserve este dia 29 de novembro das 14, 30 até 18 horas, para minha tarde de autógrafos

No Elevado Rua Doutor Albuquerque Lins, 489 - Santa Cecília, 01230-001 São Paulo ( próximo ao metro Marechal Deodoro ) Não falte você è muito importante!!
leiam a entrevista que dei ao jornal da 3idade  em http://www.jornal3idade.com.br/?p=4942


Abraços 

Nancy Rabello 

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Para refletir hoje : Sobre a Morte e os Desenhos 


 No meu novo livro "O desenho do Idoso!" , há um capitulo que falo sobre os desenhos que nos contam sobre o envelhecer e a morte , digo assim" O tempo é implacável, ele continua a correr e vamos envelhecendo sempre e, por mais que nos cuidemos do nosso físico, iremos envelhecer." p 151
Mais adiante "......A morte é algo inevitável, portanto é importante que se trabalhe com este aspecto, que é muito difícil, tanto para os mais jovens como, principalmente, para os mais velhos." p 152
Ainda afirmo que ".....O desenho pode ser uma forma de trazer este assunto à tona, possibilitando posteriormente desenvolver um trabalho com esta temática" p 153 Nancy Rabello

                                   Vale conferir !