quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Passando nosso conhecimento


Como é valioso,  e sempre importante passarmos nossos conhecimentos.

Vocês já pensaram como é importante que nos consigamos transmitir aos outros os nossos conhecimentos?  

A cada dia tenho mais certeza disto, pois de que adianta eu estudar, pesquisar,  e deixar este conhecimento acumulado. O conhecimento a meu ver tem que ser difundido, repassado, só assim ampliamos nosso saber.

A cada palestra que dou,  a cada grupo que me recebe, vou ampliando os meus conhecimentos, è sempre verdadeiro dizer, que nesses encontros  há uma troca de saberes.

Tenho falado muito que,  o saber me encanta, me fascina conhecer, aprender, estudar  a partir de  diferentes autores, buscar diversos olhares , outros pontos de vista , assim acredito  que vou crescendo também , agregando valor  aos conhecimentos já adquiridos.
 
Quando faço uma palestra, uma oficina, um encontro arteterapeutico, sempre acrescento algo novo, que li , que aprendi , ate porque os grupos que me recebem são diversificados , estudantes , profissionais .
Desta feita é outra palestra, outra realidade, mesmo falando do mesmo tema.

Falei em vários encontros entre eles  no Simpósio de Arte Educação no Rio de Janeiro , para  Terapeutas Ocupacionais em Fernandópolis, e hoje no Simpósio do Curso de Pedagogia ( Universidade Cruzeiro do Sul ) grupos diversificados,  todos dentro de seu enfoque querendo aprender, e saber mais, sobre o Desenho Infantil.  


 
 
 Quando faço uma palestra, uma oficina, um encontro arteterapeutico, sempre acrescento algo novo, que li , que aprendi , ate porque os grupos que me recebem são diversificados , estudantes , profissionais
Desta feita é outra palestra, outra realidade, mesmo falando do mesmo tema.
10/10 / 2013

Nancy Rabello


sexta-feira, 4 de outubro de 2013




                  
    
A Arteterapia nas vivencias com mulheres especiais  

 

 
Já coloquei aqui algumas vezes, que gosto muito de trabalhar com mulheres, em grupos, o meu ultimo trabalho me trouxe muita satisfação, visto que , desenvolvi  durante praticamente um semestre,  um trabalho com mulheres especiais , sim especiais , pois são mães de crianças com necessidades especiais.
O grupo era composto por mães e avós, as quais considero as grandes mães , nosso trabalho foi muito gostoso , desenvolvemos nos encontros muitas atividades , com diferentes materiais , e a cada encontro , ia percebendo , pequenas,  e sutis mudanças, que me contavam,  que o caminho que tracei para esses encontros estava correto , tudo fluía maravilhosamente.
Creio que a arteterapia, possibilitou que as mães, pudessem olhar para seu interior, e por meio de seus trabalhos, ver o que esta contido dentro delas,  e que , elas não tinham conhecimento.
Trabalhamos com contos, textos, mitos, relaxamentos como sensibilização , os materiais,  e as propostas eram cuidadosamente escolhidos , desta forma,  pintamos , trabalhamos com massa de biscuit , desenhamos , tecemos , colamos,  enfim muitas foram as propostas,  e muitos  também foram os resultados.
Trabalhamos buscando a melhoria da  auto estima , o auto conhecimento,  e autonomia , que foi conquistada a cada encontro por cada uma das mães, umas caminharam mais rapidamente , outras , mais lentas , mas o caminho foi percorrido por todas.  Encerrei o grupo , com muita alegria , muita satisfação de verificar que meu objetivo com elas,  foi plenamente alcançado , estou , portanto , feliz por isso , e é por este motivo que vim aqui compartilhar com vocês,  mais uma etapa vencida .
                                   Nancy Rabello   
 
 
 

 



quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Falando sobre o Desenho Infantil
 
Na CEI Parque Casa  de Pedra
Falar sobre o desenho infantil , tem sido um desafio , e uma conquista , pois estou falando sobre o tema do meu livro , " O desenho Infantil " editado este ano .
Algumas escolas , e faculdades vem me convidando para falar para professores , terapeutas ocupacionais e pedagogos em formação , sobre a importância do desenho infantil.

Estou agradecida e feliz , pois esta divulgação , me faz conhecer novas pessoas , trocar experiências , trocar informações , sobre como as crianças desenham , o que trazem para as folhas , sobre as simbologias que encontramos,
enfim , para mim esta sendo gratificante .

O desenho infantil contem muitos detalhes que podem ser observados , estudados , e eu como arteterapeuta tenho feito inúmeras descobertas.